CERTIFICAÇÃO DIGITAL: UMA FERRAMENTA ESSENCIAL PARA OS NEGÓCIOS ONLINE

Com a democratização da internet e da tecnologia, o número de negócios on-line vêm aumentando com grande força e pensar em segurança é fundamental para garantir um crescimento concreto.

O Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte – e-CAC, da Receita Federal do Brasil – RFB, é um dos mais bem-sucedidos sistemas digitais criados pelo Governo Federal para facilitar a interação e a oferta de serviços públicos ao cidadão. Um dos principais atrativos da ferramenta é a possibilidade da entrega de documentos assinados digitalmente e o acesso à informações sigilosas, ações possibilitadas pelo acesso à plataforma com certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.

Segundo dados da Receita, somente em 2019, até 19 de março, foram realizados mais de 37 milhões de acessos ao e-CAC, desses, mais de 32 milhões foram com uso do certificado ICP-Brasil, totalizando 86,56% dos acessos.

O número aponta a adesão do cidadão ao uso do certificado que garante a autenticidade e a validade jurídica dos atos praticados em ambiente eletrônico. “O certificado ICP-Brasil é a única ferramenta que garante o sigilo fiscal a todo brasileiro que deseje verificar suas informações na Receita pela internet. Essa garantia não é alcançada por acessos realizados com login e senha”, explicou o diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, Marcelo Buz.

Das interações com certificado ICP-Brasil, 12.321.831 foram realizadas com certificado de pessoa física e 19.998.183 com certificado de pessoa jurídica. Regulamentado recentemente pelo ITI, o certificado digital em nuvem, que pode ser utilizado em smartphones e outros aparelhos móveis, e já é aceito pelo e-CAC, foi utilizado em 2.486 acessos em 2019.

Dados do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, responsável pelo certificado ICP- Brasil, de fevereiro de 2018 a janeiro de 2019, últimos 12 meses, foram emitidos 4.513.431 certificados, crescimento de 23,92% em relação ao mesmo período entre 2017 e 2018, quando foram emitidos 3.642.143 certificados. A base nacional é estimada em cerca de 9 milhões de certificados digitais ativos.

Com informações da Receita Federal e do ITI